MAPA DO SITE ACESSIBILIDADE ALTO CONTRASTE

Graduação em Administração

Campus Nova Gameleira

CEFET-MG

Está no ar portal de ações das instituições de ensino durante a pandemia

Terça-feira, 28 de abril de 2020
Última modificação: Terça-feira, 28 de abril de 2020

O sistema federal de ensino tem contribuído com testes para detecção do vírus, produção e distribuição de álcool em gel, entre outras ações

Em parceria com as Instituições de Ensino Superior, o Ministério da Educação (MEC) criou um portal para monitorar o funcionamento e as principais ações das universidades, dos institutos federais, dos Centros Federais de Educação Tecnológica (Cefets) e do Colégio Pedro II durante a pandemia do novo coronavírus (COVID-19).

O objetivo é verificar em tempo real as redes federal, estaduais, municipais e do Distrito Federal para saber onde e como o governo pode agir de maneira mais efetiva, sempre em conjunto com os entes federativos, entidades representativas e as próprias instituições.

Engajado no controle à pandemia, o sistema federal de ensino tem contribuído com testes para detecção do vírus, produção e distribuição de alimentos, de álcool em gel, de protetores faciais, de respiradores, e por meio de pesquisa para o desenvolvimento de vacina e assessoramento aos órgãos de saúde.

Portal (link)

Conheça a plataforma

O painel tem um ícone de “Ações de enfrentamento”. Ao clicar nele, o usuário tem acesso a mais de 1,2 mil ações realizadas para 26,1 milhões de brasileiros. O portal lista trabalhos das instituições de ensino superior, como produção e distribuição de equipamentos de proteção individual.

Há ainda abas para verificar o funcionamento das universidades e dos institutos federais. O internauta, por meio de um mapa do Brasil e de gráficos, saberá se a instituição que pesquisa tem aulas parciais, remotas, normais ou suspensas. É possível verificar em que data foi feita a última atualização das informações.

No botão “Painel Geral”, está disponível um raio-X do sistema federal de ensino, com números dos docentes, discentes, técnicos e do percentual de funcionários com atividades suspensas das instituições.

Fonte: CEFET-MG